top of page

FAMÍLIA NASCIMENTO, GUIANA INGLESA - JUNHO E JULHO DE 2023


"Perto está o SENHOR de todos os que o invocam, de todos os que o invocam em verdade." (Salmo 145:18)


Irmãos, saudações em Cristo! Que o Senhor abençoe e conceda sempre graça para os desafios de se viver em um mundo cheio de conflitos, provações e mal. Ao oferecer nosso serviço ao Senhor neste lado da seara, que o Bom Mestre conceda aos irmãos no Brasil bençãos e oportunidades de ministérios.


Quero iniciar esse informativo agradecendo imensamente as orações, cuidado e assistência a nosso favor na ocasião do acidente com nosso filho mais novo, Liam. Ele rolou escada a abaixo e acabou batendo a cabeça muito forte, de modo que, um sangramento e inchaço no cérebro, além de um abcesso atrás do olho e uma infecção o debilitaram bastante. Teve que ser internado e ser avaliado por um neurologista. No momento do acidente eu estava em Georgetown recolhendo uns irmãos que vieram dos EUA para nos ajudar a ministrar no leste da Guiana. Foam dias intensos, cheios de trabalhos, preocupações e dúvidas. Quase entro em “pane”, pois o time também ficou doente e me vi cuidando de minha família e dos irmãos, cozinhando, viajando para o hospital para cuidar de Fabi e Liam, e conduzir a van levando os irmãos de um local para outro. O Senhor concedeu graça e em sua misericórdia o time trabalhou e foi embora, e Liam está se recuperando muito bem.

Dois anos atrás bateu a boca e perdeu o dente da frente. Fomos ao dentista e não há nada a fazer, apenas esperar uns três anos até que ele comece a mudar os dentes. Olhando para trás, somos confortados sabendo que o Senhor cuida, providencia e encoraja. Ele sempre está perto. A vocês, irmãos, MUITO OBRIGADO POR TUDO! Vocês supriram a necessidade e graças ao Senhor, cuidamos de nosso filho, e não estamos devendo nada, nem pedindo emprestado. Que o Senhor os abençoe sempre!


TIMES: No mês de junho e julho tivemos dois times vindo dos EUA para nos ajudar com o ministério entre os hindus e muçulmanos. Pr. Jeff Brawner liderou um time de 14 irmãos vindos de Arkansas, Tennesse e Wisconsin. Tivemos conversões e treinamentos em evangelismo pessoal em nossa Igreja e na Igreja de um pastor amigo nosso. Evangelismo porta em porta foi o ministério mais trabalhado. Em julho recebemos 9 irmãos da Igreja Batista Keystone, da Philadelphia, liderados pelo Pastor Rob Sheely. Eles realizaram duas EBFs e visitas (porta em porta) na vila de Scottsburg, onde temos realizado esforções para iniciar uma Igreja. A vila é predominantemente muçulmana. O Senhor realizou muito com esses dois grupo e louvamos a Deus pelas decisões feitas. Continuem orando por Scottsburg, pois as portas para um prédio ainda permanecem fechadas. Por conta da vila ser majoritariamente islâmica, não temos conseguido alugar um espaço. Nosso próximo passo será ir ao ministério da moradia (Ministry of Housing) e comprar um lote na vila.


SUIRINAME: Em agosto estarei indo ao Suriname com meu filho Ithiel me reunir com alguns pastores da cidade de Nieuw Nickerie. Nosso desejo é saber como podemos ajudá-los. Nossos irmãos nos EUA estão interessados em realizar ministérios binacionais, já que moramos bem na fronteira com a segunda maior cidade do Suriname. Nieuw Nickerie é uma cidade onde o islamismo e hinduismo também são religões majoritárias. O cristianismo por lá está enfraquecido, e pastores e líderes tem pedido ajuda. A viagem será de tres dias e teremos uma idéia melhor de como podemos ajudar o evangelho a ser expandido além de nossa fronteira. Orem para que a viagem seja tranquila e que possamos avançar com o Evangelho por lá também.


CONVERSÕES: O Senhor nos abençoou com conversões e novos contatos para estudos. Orem por Sunya, que entregou sua vida a Cristo recentemente. Sunya era Hindu, e apareceu na Igreja antes de chegarmos. Ela sentou comigo e disse que queria receber a Cristo em sua vida. Ela me explicou que era Hindu, mas depois de ouvir o evangelho começou a ter dúvidas sobre sua religião. Apresentei o Evangelho, mostrando e lendo nas Escrituras o que era necessário para receber a Cristo como Salvador. Ao fim da apresentação, ela disse: Eu quero ser seguidora de Jesus Cristo, pastor. Oramos e Sunya está se firmando. Fabi a entregou uma Bíblia, e ela me falou que quer ser batizada logo, e que quer ver sua família seguindo ao Senhor também. Orem por essa jovem, e sua mãe, irmã e irmão que, apesar de não irem à Igreja, pararam de ir ao templo hindu. Louvado seja Deus! Orem também por Ganesh e esposa. Eles se converteram (eram Hindus) depois de um acidente horrivel que ele teve (eletrocutado), e no hospital, quase morrendo, orou pedindo misericórdia a Deus e que se sobrevivesse, iria servir ao Senhor. Orem para que ele cresça em Cristo, juntamente com sua esposa, que também fez decisão.


VENEZUELANOS: Conhecemos duas famílias de refugiados venezuelanos aqui em nossa cidade. Davi e Brenda, Michel e sua esposa. Eles não falam inglês, e disseram que querem ir à igreja, mas não falam inglês, então são desanimados com a idéia de ter que ouvir sermões em inglês. Estamos visitando as duas famílias e planejando um grupo de estudos para eles em espanhol. Michel trouxe um irmão para a cidade recentemente, então temos boas chances de termos um grupo de estudos com mais venezuelanos. Orem para que o Senhor nos conceda força física, pois, mais velhos, nos sentimos, ás vezes, cansados, com tantos ministérios. Não reclamos, pedimos orações, pois é nosso privilégio e alegria servir ao Senhor. Somos felizes em poder ter oportunidades como estas de trabalhar para o Reino.


Mais uma vez queremos agradecer suas orações e parcerias com nosso ministério aqui na Guiana. Em junho celebramos 15 anos de ministério neste país. Tanta gente, tantas histórias, provações, alegrias, tristezas, amigos que vieram e se foram... Como agradecer a vocês por tanta dedicação, fidelidade e encorajamento nestes 15 anos de Guiana? A nós só nos cabe agradecê-los através destes relatórios, mas a recompensa por sua dedicação, amor a Cristo, sua obra e fidelidade, o Senhor desta Seara dará. A eternidade mostrará os frutos de todos esses esforços; seus e nossos. Ao Senhor toda honra e glória, afinal é Ele quem trabalha. Somos apenas apenas instrumentos.


Em Cristo, João Sousa e família Guiana Inglesa.

0 comentário

Comentarios


bottom of page