top of page

FAMÍLIA FERNANDES - ILHA DA MADEIRA, DEZEMBRO DE 2023


Olá, queridos irmãos em Cristo e cooperadores.

“Se, pelo nome de Cristo, sois injuriados, bem-aventurados sois, porque sobre vós repousa o Espírito da glória e de Deus. Não sofra, porém, nenhum de vós como assassino, ou ladrão, ou malfeitor, ou como quem se intromete em negócios de outrem; mas, se sofrer como cristão, não se envergonhe disso; antes, glorifique a Deus com esse nome." (1 Pedro 4:14-16)


Vivemos em um mundo caído que milita contra os valores e princípios da Palavra de Deus. A cada dia o cerco vai se fechando para nos proibirem de fazer o que Deus nos ordena em sua Palavra. Às vezes parece que os governos pegaram os mandamentos claros da Palavra de Deus e criaram leis opostas. Aprovando o que a Bíblia condena e condenando o que a Bíblia aprova, por exemplo impunidade a criminosos, aborto, disciplina dos filhos etc. Creio que todas essas são provações semelhantes as que os cristãos da época dos apóstolos enfrentaram e são essenciais para o nosso crescimento. Às vezes, Deus usa governos corrompidos para nos fortalecer e purificar a nossa fé. Que Deus conceda sua graça a nós aqui na Madeira e a vocês aí no Brasil para não desanimarmos em meio a essas provações que provavelmente se intensificarão.


Denúncia de agressão: Como é do conhecimento da maioria dos irmãos, fomos denunciados pelas professoras da escola do Estevão à CPCJ (Comissão de Proteção de Crianças e Jovens), que por sua vez nos denunciou ao Ministério Público por agressão física ao nosso filho Estevão. Infelizmente o Estado quer interferir diretamente na maneira como os pais educam seus filhos aqui e na maioria dos países do mundo. Somos convictos de que essa é a vontade de Deus para a criação dos nossos filhos, mas precisamos exercer com sabedoria e prudência já que as leis do país nos proíbem de obedecer à Bíblia. Infelizmente por não comparecermos no dia da primeira entrevista, por conta do acidente do meu carro, tivemos a presença de um policial em nossa casa para deixar o documento da convocação da entrevista. Tínhamos duas opções: aceitar a intervenção da CPCJ ou aguardar sermos chamados pelo Ministério Publico e sofrer a intervenção compulsoriamente por uma equipe de psicólogas com ordem judicial. Graças a Deus, fomos bem orientados pelo Pr. Tiago Aragão que é advogado e já trabalhou na CPCJ. Aceitamos a intervenção e na última segunda feira dia 04/12 começaram as entrevistas para contarmos a nossa versão dos fatos. Foi uma boa entrevista com a psicóloga Ana Sofia. Agora outras entrevistas serão feitas com o Zadoque, professoras, terapeutas. Enfim, será um longo processo. No final, ela fará um relatório ao Ministério Público. Orem por nós para que Deus seja glorificado e nos encha de sabedoria de como falarmos e testemunharmos do Evangelho em toda essa situação.


Livramento de Deus: Deus, na sua infinita misericórdia, me livrou de um acidente grave no dia 23/11. Perdi o controle do carro e caí num barranco, mas havia uma grande pedra que segurou o carro para não capotar e descer a montanha. Aqui o seguro particular é obrigatório e fizemos um seguro que cobre todos os danos. Nesse momento o carro continua na oficina aguardando o parecer final da seguradora. A seguradora me disse que o perito já fez a avaliação e deu perda total por conta do valor do conserto ser maior que o valor do carro. Agora preciso aguardar 30 dias segundo o contrato para receber a decisão da seguradora. Orem por isso, pois quando se trata de fazer o seguro são muitos os benefícios que a seguradora promete, mas quando é para pagar sempre colocam dificuldades. Está nas mãos de Deus.


Saúde da família: O Estevão ainda não está 100% recuperado. No mês passado levamos à urgência após alguns dias de febre, vômito e falta de apetite. Todos nós contraímos essa virose, mas o Estevão é quem mais está demorando a ficar bem. Ainda estamos no outono, mas já começou a chover e essa mudança de estação traz muitas doenças respiratórias. Peço que continuem orando pelo tratamento que a Thalita está fazendo com suplementos para resolver a questão da resistência à insulina. Orem também pelas terapias do Estevão para que Deus abençoe o desenvolvimento dele, em especial o comportamento e a fala.


Evangelismo e aconselhamento: Continuamos com o contato com o Ricardo e Raquel em nossa casa para comermos juntos e compartilharmos a Palavra de Deus. A Sra. Augusta esteve em nossa casa novamente para um café e compartilhamos o evangelho com ela e a convidamos para estudar a Bíblia um dia na semana. Ela mostrou interesse no estudo. Orem para que tenhamos um dia na semana para esse estudo. No último mês iniciei um aconselhamento bíblico na igreja com um homem chamado Gary. Ele estava afastado da fé, mas está disposto a ser acompanhado. Temos nos encontrado as quartas feiras. São muitas questões desafiadoras na vida dele, peço suas orações por ele e por mim.


Continuem orando pela liberação da entrada da igreja no presidio da Madeira para a Cantata de Natal. A carta foi enviada ao diretor há três semanas, porém ainda não obtivemos retorno. Orem também para que nessa época de Natal Deus nos use para explicar o propósito da vinda do nosso Salvador e Senhor Jesus para muitos madeirenses. Por fim, clamem a Deus pela salvação dos madeirenses, estudos bíblicos e plantação de igreja em Santa Cruz.


Louvo a Deus por sua misericórdia e graça me permitir chegar aos 41 anos de idade dia 29/11. Que Deus me conceda mais 41 para servi-lo. Muito obrigado pelas orações, encorajamento e apoio financeiro que nos possibilitam estar servindo ao Senhor neste campo. Que Deus os abençoe ricamente nesse ultimo mês do ano e um Feliz Natal a todos na presença do Salvador, Senhor Jesus.


Agradecimentos

1. Pelo meu aniversario de 41 anos;

2. Pelo livramento de Deus no acidente;

3. Pelas novas provações;

4. Contato com descrentes madeirenses;

5. Treinamento na IBF;

6. Pela fiel provisão de Deus por meio de igrejas e famílias generosas.


Pedidos

1.Acompanhamento da CPCJ e MP, que Deus nos dê sabedoria nas entrevistas;

2. Situação do carro, decisão da seguradora;

3. Saúde do Estevão e terapias;

4. Tratamento da Thalita que está com resistência;

5. Salvação do Ricardo, Augusta, aconselhamento do Gary e outros madeirenses que temos contato;

6. Liberação para entrada da IBF no presídio para a cantata de Natal;

7. Plantação de igrejas em Santa Cruz;

8. Nosso sustento mensal que tem reduzido nos últimos meses.

1 comentário
bottom of page