top of page

DARLENE ALENCAR E LEILANE GOMES - COSTA RICA, MAIO 2024



“Rendei graças ao SENHOR, invocai o seu nome, fazei conhecidos, entre os povos, os seus feitos” (Salmos 105.1).


Quero começar agradecendo suas orações pelo tempo que eu e a missionária Leilane estivemos em Costa Rica. O Senhor cuidou de cada detalhe dessa viagem, vigiando e suprindo cada uma de nossas necessidades. Chegamos à Costa Rica no dia 08 de maio. O missionário Juan foi nos buscar no aeroporto e nos levou para uma casa em San Jeronimo. A casa pertence a um casal de missionários americanos que estão fora por 6 meses. Então, não tivemos que pagar pela hospedagem. Foi realmente uma grande bênção do Senhor.


Por falta de comunicação e informações com algumas pessoas, não tínhamos nenhuma igreja para visitar no final de semana nos dias 11 e 12. E como Juan tinha um convite para pregar na Nicarágua, resolvemos atravessar a fronteira e fomos para a ilha OMETEPE. A ilha é formada por 2 vulcões: Concepción, bastante ativo e considerado o cone mais perfeito da América Central e Maderas, na porção sudeste da ilha, com um lago na cratera, que se ergue do lago Nicarágua. A maior cidade da ilha é Moyogalpa, onde ficamos nesse final de semana. Pela graça de Deus, apesar do calor imenso nesse lugar, o Senhor me deu o privilégio de compartilhar meu testemunho sobre o câncer. Estivemos em duas igrejas onde o missionário Juan ministrou a Palavra de Deus. No sábado, tomamos café na casa de uma família nicaraguense. Uma jovem chamada Sharon estava vestindo a camisa da seleção brasileira. Tivemos um tempo maravilhoso conversando com ela, sua mãe Maria José e seu irmão mais novo, Álvaro. Juan pregou o Evangelho, distribuiu folheto e fez uma oração em favor dessa família. Retornamos para San Jeronimo na segunda-feira e na quarta-feira viajamos para Bijagua de Opala.


Louvo a Deus pela vida de Glória Stucky, sua irmã Suzana e seu esposo James que nos receberam tão bem. Colhemos algumas informações sobre igrejas, ministério, moradia e sustento nesse local. A Glória tem um ministério com as crianças e produção de material infantil. Foi um tempo muito precioso de comunhão, conhecimento e descanso também.


No dia 17 retornamos para San Jeronimo e no outro dia fomos para San Jose. Tivemos que reservar um pequeno hotel (graças a Deus que a Glória nos ajudou na busca deste hotel). O hotel não estava caro e tivemos o que precisávamos para nossa alimentação. No sábado, Juan nos levou para o centro e nesse dia nos despedimos dele. Agradecemos muito a Deus pela vida desse servo do Senhor que saiu do Panamá de carro e esteve conosco durante o tempo que precisávamos. Entregamos para ele alguns regalos que trouxemos do Brasil.


E finalmente no domingo conhecemos o Pastor Sergio Matarrita, sua esposa Eloísa e os filhos Samuel, Isaac e a pequena Ester. Tivemos um tempo maravilhoso com eles e Eloísa sentou conosco e nos deu informações sobre a necessidade de obreiros nesse país. Eles pertencem a Iglesia Bíblica Bautista de Calle Blanco. Embora seja um país onde algumas igrejas têm visão evangelística e missionária, enviando missionários para outros países, há necessidade de obreiros. Há imigrantes de Nicarágua e Venezuela, e costarriquenhos que precisam ser alcançados. Há uma necessidade de obreiros de tempo integral. A Igreja Bíblica Bautista de Calle Blanco tem companheirismo com outras igrejas irmãs na capital e em outras províncias. Confesso que estou bem animada para retornar ao país, se assim o Senhor confirmar.


Os próximos passos são: orar, falar com nossos líderes da Igreja e da Missão Maranata. Chegamos na nossa terrinha no dia 22. E nos dias 23 a 25, estive na Igreja Batista Manancial, onde ministrei para as crianças na Conferência Missionária – MISSÕES, DESAFIOS, AQUI E A ALÉM. Desafiar os pequeninos para a Obra Missionária enche meu coração de alegria.


Quero agradecer mais uma vez suas orações e apoio ao meu ministério.


Motivos de Gratidão:

1. Sustento dado pelo Senhor;

2. Pela viagem à Costa Rica;

3. Pela vida do missionário Juan;

4. Pelo Pastor Sergio, sua família e igreja.


Motivos de Oração:

1. Pela minha vida espiritual e estudos;

2. Pelos novos desafios na Obra Missionária;

3. Direção do Senhor – Que seja feita a vontade do Senhor;

4. Retorno à escola pública e por mais pessoas nesse ministério.


No amor de Jesus, Miss Darlene.

0 comentário

コメント


bottom of page